quinta-feira, 2 de julho de 2009

A bola pune, a língua castiga


***

O mafioso colorado quis criar factóides e procurou ganhar a
decisão fora das quatro linhas.

Por meio de um DVD editado de acordo com sua conveniência de
rábula mutreteiro, procurou manchar a imagem do adversário.

Hipocritamente, fez-se de surdo diante da história imunda de
favorecimentos a seu clube, inclusive na Copa do Brasil de
1.992.

E assim aprendeu uma lição: "a língua castiga". Corinthians,
campeão com méritos.

Alguns detalhes que chamaram a atenção...

1) Nossa torcida esteve impecável no Beira-Lixo. Cantou e apoiou
o tempo todo. Como disse Juca Kfouri, houve momento em que
se sobrepôs aos moranguinhos.

2) Boa parte da torcida do Intertribunal, aliás, ficou de braços
cruzados, logo após o primeiro gol alvinegro.

3) Membros da torcida "pula-pula" do Inter agrediram os próprios
colegas. Uma moça foi ferida, segundo as rádios gaúchas.
Parece que quebraram a prenda pois se recusou a fazer a
coreografia do Show da Xuxa sulista.

4) Impressionante o poder de alienação que tem o mafioso
Carvalho. Há quem o tenha lá como uma divindade. Ele teria
livrado o chorolado da síndrome de inferioridade em relação
aos rivais nazi-racistas.

5) É um caso para a psiquiatria a conduta dos chorolados.
Acreditam piamente na lorota do milionário da falcatrua do
judiciário gaúcho. Segundo eles, os dois gols alvinegros de
hoje surgiram de "jogadas irregulares". Vergonhoso!

6) O tal Carvalho criou um mito de que seu time é imbatível.
Só perde por conta das conspirações da arbitragem.

6) O torcedor do Inter é um caso para a ciência. O transe
paranóico não cessa de forma alguma. Segundo a malta
doente, o Corinthians foi ajudado em todos os jogos da
Copa do Brasil.

7) Conveniente ao mafioso atirar nas costas da arbitragem
a culpa de seus erros administrativos. A verdade é que o
Inter tem um time mediano, turbinado de muita mídia
mimada pelo golpista dos milhões.

8) O argentino esquentadinho Macaulay Culkin portenho ia
fazer mais uma das suas. Dessa vez, o anão de cabaré não
deu sorte. O sorriso de William foi a melhor vingança contra
o boca mole. É dele também um futebolzinho medíocre.

9) A gauchada apagou a luz para estragar a festa corinthiana.
Isso é comum por lá. Civilidade zero. Os torcedores atiraram
muitos objetos nos nossos atletas. Uma vergonha que mereceria
a interdição do Beira-Lixo.

10) Mais um prato comido frio. Uma vingança com estilo sobre
o clube da arrogância e da mutreta.

Somos todos nós campeões

Parabéns a todos que se mobilizaram para combater a campanha
do mafioso Carvalho e para requerer da mídia toda a verdade sobre
o clube das mutretas. Essa ação tática serviu para retirar a pressão
sobre a arbitragem e para travar a ação de distorção dos fatos
movida pela imprensa marrom brasileira.

2 comentários:

Alemão disse...

Apenas comemoremos, este é o nosso momento, sem apequenar o adversário (que já é pequeno por natureza).
Sobre o povo gaúcho, acredito na minha inocência de dizer que são poucos os que ainda acham que provar a masculinidade é mais importante que respeitar o próximo.
O Repórter Felipe Andreoli do CQC foi agredido no Beira-Lagoa*

CAMPEÃO DOS CAMPEÕES disse...

Maior campeão paulista: CORINTHIANS (26 títulos)

Maior campeão do Torneio Rio-São Paulo: CORINTHIANS (5 títulos)

Maior campeão brasileiro: CORINTHIANS (7 títulos)

Maior campeão da Libertadores: Independiente (7 títulos)

Maior campeão mundial: CORINTHIANS, Manchester United, Milan, Internacional e São Paulo (1 título)